quarta-feira, 11 de abril de 2012

LITERATURA DE CORDEL -ESCOLA MONSENHOR VICENTE BEZEZERRA -

 Letra: José Saraiva, 3º ano C - Turno Noturno.
Disciplina: Redação e Literatura
Profa. Francisca Moreira de Jesus
Escola Monsenhor Vicente Bezerra

Monsenhor Vicente Bezerra
Traz consigo a sua história
Oito décadas de ensino
Superação e vitória
Este grande educandário
Perto de um centenário
Marca a sua trajetória

Atravessando fronteiras
Coloca o ensino em prática
Onde o aluno tem
Acesso a informática
Sendo participativa
Uma escola objetiva
Além disso, democrática

Colégio, árvore que tem
Frutos da educação
No caminho do ensino
Leva-nos a formação
Sem precisar ser omisso
Assíduo no compromisso
Perante a população

Monsenhor sempre tem sido
No ensino um alicerce
Na quentura do saber
A escola se aquece
Bem vista e estruturada
Sendo parabenizada
Todo ano permanece

A direção da escola
Faz as comemorações
Com ética, conduta, moral
Respeita as tradições
De um colégio atuante
Respeitado e brilhante
Que atravessa gerações

Francisca Edvania Tavares
Diretora atuante
Fátima Pereira coordena
Fator também importante
Auristela secretária
Da escola nessa área
Um trio representante

Monsenhor árvore que já
Tem muitos frutos vingados
Por exemplo, professores
Que nele são adotados
Retrata os seus valores
Recebendo professores
Que foram “seus alunados”

Escola um automóvel
Aluno seu combustível
Núcleo Gestor a direção
Professor peça incrível
A escola com seus ditos
Sem estes três quesitos
Funcionar é impossível


Para todo alunado
Espaço monsenhor cede
Cumprindo as vis da crede
Escola publica, com intuito
Aprendizagem gratuita
Valor que ninguém mede

Há oitocentos alunos
Neste universo escolar
Sete salas funcionando
Três turnos curriculares
Repassando seus conceitos
Tendo os ensinos aceitos
Por serem espetaculares

Do aluno aprendiz
Ao sábio professor
Desde um funcionário
Junto ao núcleo gestor
Se curva a sua imagem
Um tipo de homenagem
Para a escola monsenhor

Faço uma sugestão
Para quem nada quer ser
Freqüente uma escola
Adquira o saber
Pois a gente só é algo
Para alguma coisa fazer





23 comentários:

Luiz Domingos de Luna disse...

Mais um brilhante trabalho, literatura de cordel - Monsenhor Vicente Bezerra do aluno José Saraiva 3º Ano C, Turno Notorno que com o incentivo da professora Francisca Moreira de Jesus, vai o Monsenhor descortinando os seus talentos e que agora, com o blog da escola, servirá com certeza como a vitrine intelectual e cultural desta maravilhosa escola - Com a participação intensiva dos alunos!!!

Anônimo disse...

Gostaria de parabenizar o aluno José Saraiva pelo maravilhoso poema sobre A Escola Monsenhor Vicente Bezerra, e dizer que fico sempre muito feliz quando da participação dos alunos desta escola no blog - Creio a produção textual ser base para a formação de futuros escritores.
Edvânia Tavares
Diretora
E.E.F.M.Monsenhor Vicente Bezerra

Anônimo disse...

Um poema muito bem elaborado e que discorre sobre o nosso cotidiano da Escola Monsenhor Vicente Bezerra. Parabéns José Saraiva, Siga em frente sempre!!!
Fatima Pereira
Coordenadora escolar

Anônimo disse...

Gostei muito deste poema sobre a Escola Monsenhor Vicente Bezerra, muito bem elaborado e que retrata a nossa rotina nesta casa de educação. Parabéns José Saraiva
Aurilene da Silva
Professorra

Anônimo disse...

Sempre leio o Blog da Escola Monsenhor, gostei muito do poema em homenagem aos 85 anos, realmente o José Saraiva esta de parabéns ṕois conseguiu em versos retratar a nossa realidade.
Ester Marcia Luna
Professora

Anônimo disse...

O Poema de José Saraiva é uma amostra de nosso trabalho e de nossa luta por uma educaçaõ de qualidade sempre!!!
Vania Campos
Professora

Anônimo disse...

Achei legal o belissimo poema de José Saraiva sobre os 85 anos da Escola Monsenhor - Parabéns!!!
Aline Santos
Professora

Anônimo disse...

Muito bom mesmo a poesia de José Saraiva sobre os 85 anos da Escola Monsenhor Vicente Bezerra
Vera Lúcia
Professora

Emerson Monteiro disse...

Bom saber que a literatura de cordel sobrevive também na escola.

José de Arimatéa dos Santos disse...

A escrita é a forma mais democrática que existe, pois através dela o cidadão expõe suas ideias e sentimentos. E a literatura de cordel é uma das formas que trasnformam o aluno num leitor ávido pelo conhecimento.

Livro Digital de Luiz Domingos de Luna disse...

Gostaríamos de parabenizar aos dois baluartes da cultura no cariri cearense: Emerson Monteiro e José de Arimatéa dos Santos, por neste blog, sempre a semear uma luz para os nossos alunos, professores, nucleo gestor, pais de alunos e publico on line com valiosissimos comentarios de fomento ao nosso fazer pedágico a luz da internet.
Gratos,
Administradores:
João Tavares Calixto Junior
Luiz Domingos de Luna

Anônimo disse...

Gostei muito do poema, numa litereratura bem feita, a rima bem encaixada, nossa escola retratada com douçura e firmeza nosso ensino é fortaleza para a sociedadee repassar parabeńs ao Monsenhor por um mudo novo abraçaar
Auricélio Fernandes
professor

Anônimo disse...

Um poema muito bem elaborado e que retrada com fidelidade a realidade do cotidiano da escola. Prabéns José Saraiva.
João Paulo Batista
Funcionário

Anônimo disse...

Adoro a literatura de cordel e fico feliz em saber que a Escola Monsenhor incentiva esta modalidade cultural nordestina que teve em Patativa do Assaré sua expressão maior
Francisco de Assis Martins Silva
Ex - aluno da Escola.

Anônimo disse...

De parabéns está José Saraiva pela belíssima homenagem a Escola Monsenhor num poema tão bem gostoso de ler e em literatura de cordel, num verdadeiro resgate aos nossos valores folcloricos e culturais.
Izaquiel Canuto da Silva
Ex aluno da Escola

Anônimo disse...

Este poema é uma riqueza literaria e cultural que faz parte de nossa vida, pois adoro a escola em que estudo Monsenhor Vicente Bezerra.
Tamires de Castro
Aluno 3º C Turno Noturno
Escola Monsenhor Vicente Bezerra

Anônimo disse...

A literatura de cordel deve estar sempre presente nas escolas, pois faz parte de nossa riqueza cultural
Amanda Nagela
Aluna 3º Ana C Turno Notruno
Escola Monsenhor Vicente Bezerra

Anônimo disse...

Gostei muito do poema de José Saraiva sobre O Monsenhor em forma de poesia, parabés
Sampson Tavares
Professor

Anônimo disse...

Parabéns pelo belíssimo poema dedicado a Escola Monsenhor Vicente Bezerra, Praza Deus outros alunos a esta iniciativa tão valorosa para o resgate de nossos valores culturais - Literatura de cordel.
Amanda Leite de Oliveira

Anônimo disse...

Gostei muito da poesia de José Saraiva em homenagem a Escola Monsenhor Vicente Bezerra
Andreia Paulo de Oliveira
Aluna do 3º Ano turno noturno

Anônimo disse...

A literatura de cordel representa a coluna básica de nossas tradiçoẽs, princialmente na zona rural, cantada e decantata nas noites de luaradas animando o sertão
Jamil Araujo
Professor

Anônimo disse...

Esse poema é muito legal adorei parabens
Aluna Ana Vitória Maciel Costa
6º B Turno: vespertino

Anônimo disse...

Oiiiii parabéns pelo brilhante poema..
seria muito bom se todas as escolas brasileiras fossem como a Monsenhor vicente bezerra.. um abraço..